26 março, 2016

Novas teorias


Há medida que vivemos e evoluímos, surgem novas teorias que nos ajudam na formação dos nossos filhos e que muitas vezes servem também para a nossa própria formação pessoal.
Este artigo é uma dessas novas teorias e, que fez com que eu desviasse o olhar para o meu jardim e pensasse que se calhar é mesmo verdade.

Li o artigo através do  Incrível.club.
A autora é a Beth do Very Bloggy, blog do qual fiquei fã.
Leiam com a atenção e digam-me o que pensam!

Essa mãe explica direitinho por que não ensina seus filhos a dividir



No jardim de infância do meu filho existe uma norma para todas as crianças: quando uma criança está com um brinquedo, ninguém pode tirar o brinquedo dela. Se outra criança quiser o brinquedo, ela deve esperar até ele ficar disponível.
Outra criança não pode pegar o brinquedo nem mesmo se a criança que está brincando for ao banheiro ou ao refeitório, e isso não deve ser motivo de preocupação. Essa norma é válida não apenas para o grupo do qual o meu filho participa, mas a todas as crianças da escola. Cada criança tem o direito de ficar no balanço ou no carrossel o tempo que quiser, até a vontade passar.
Posso falar com sinceridade que nunca me perguntei por que existe uma norma como essa. Simplesmente aceitei e pronto. Quando um novo pequeno integrante entra no grupo, ele pega os brinquedos dos outros durante as primeiras semanas, mas isso passa rapidamente e ele entende a norma, e nenhuma explicação é necessária. Isso vale também para a vida fora do jardim de infância.
Um exemplo: uma mãe e seu filho estavam passeando no parque e o menino trouxe com ele o caminhão favorito para brincar, mas, de repente, outro menino um pouco maior apareceu e ficou interessado no brinquedo. Ele se aproximou e pediu o caminhão. Obviamente, não demorou muito e começou a briga e a histeria de todos. A mãe do menino que quis e não pôde ter o brinquedo se aproximou e disse: «Não fique assim, a mãe desse menino não o ensinou a dividir».
Não acho que a mãe que acalmou o seu filho tenha razão, ela apenas aliviou a frustração dele passando a mensagem indireta de que ele sempre pode pegar o que quiser. Ainda não consigo entender o desejo de alguns pais de que seus filhos conquistem tudo o que desejarem.
Acontece que esse tipo de história não se limita ao parque e aos brinquedos infantis, e não são apenas as crianças que podem aprender com ela, mas também os pais. É preciso entender que o mundo não gira em volta do nosso umbigo.
Se você ainda duvida do que estou dizendo, pense no seu dia a dia. Alguns de nós nunca aprendemos a esperar. Você já pensou em furar fila? É muito comum pegar coisas sem autorização, apenas para matar a curiosidade. Claro que nem todos são assim, mas que isso acontece, acontece. 
Não será fácil (principalmente quando falamos em crianças), mas já é tempo de ensinar aos nossos filhos a superar a frustração, porque essa é uma sensação que eles vão experimentar várias vezes durante a vida e nós nem sempre vamos estar ao lado para ajudar. Vamos ensinar aos nossos filhos que é possível conquistar o que queremos, mas é preciso trabalhar e ter paciência para isso.

Fotopinterest
Tradução e Adaptação: Incrível.clu



2 comentários:

  1. gostei de ler isto... da que pensar e verificar que existe razao para nao ensinar a dividir... mas sera o melhor?

    ResponderEliminar